julho 18, 2011

Last beat of the heart (parte VIIII)

Vou postar a penúltima ou ante-penúltima parte. Tenho andado um pouco ausente, mas tem sido impossível postar. Como tinha dito, já coloquei os selos numa página, para a qual uma das imagens que se encontram na barra lateral remete.
A cada dia as coisas se tornaram mais estranhas, todos os dias recebia cartas com frases sucintas que despertavam, ainda mais, o interesse e o amor, por ti, que eu achava já, à muito, escondidos. O último alarmou-me o coração "Estou mais perto de ti do que pensas" que quereria isso dizer, que sabias onde me encontro? Bem, disso já eu sabia que detinhas conhecimento, que seria? Nada me parecia resposta a essa pergunta. Hoje, enquanto me dirigia para o escritório reparei, num rapaz, alto, moreno, olhos azuis, com uma postura elegante, parecias tu, mas não te encaminhas-te na minha direcção. Não imaginas a desilusão que me assomou nesse momento, mais tarde, vim a perceber que eras mesmo tu, após ter encontrado o teu bilhete, ao chegar a casa "Estavas linda, como sempre". Eu sei que és tu aquele por quem anseio todos os dias, não sei é se tu sabes. E eu preciso de te ter de volta.
(inventado)

6 comentários: