abril 12, 2011

Carta de Despedida VIII

Gonçalo começara a namorar Maria e, entre eles, estava tudo a correr bem. Ambos tinham ido viver para Nova York, durante uns tempos, tinham feito uma pausa dos estudos, o chamado Gap Year, aproveitando o facto de não terem nada que os prendesse na sua pequena e pacata cidade; Gonçalo já não tinha Martim lá e, Maria não tinha Matilde. Gonçalo e Martim ainda se escreviam, cada vez menos, mas ainda iam contando as novidades um ao outro; ao inicio escreviam-se uma vez por mês e depois de dois em dois meses, muito raramente, cada vez menos. Certo dia, Gonçalo recebe uma carta:
«Já se passaram quase dois anos, daqui a duas semanas vou voltar, vou regressar a casa, para junto dos meus amigos e para junto de ....» - notava-se o papel amachucado por uma lágrima, assim como a tinta esborratada - «Gostava que vocês dois se encontrassem lá para me receber. Sendo que, agora, não tenho motivo algum, senão vocês dois, para lá voltar e, o mais certo, é não ter coragem para ficar lá por muito tempo. Sabes que já não tendo pais e já não tendo a Matilde - não imaginas o quando ainda me dói pronunciar o nome dela - aquela cidade tão pequena e já quase esquecida, não serve para mim, só me trás recordações que, me dão vontade de não voltar lá e encarar tudo, outra vez. Não sei o que vou fazer quando lá chegar, mas quero me despedir de tudo e encerrar, de vez este capitulo. Acredita, esta experiência não me mudou, como eu achei que iria acontecer e não me fez esquecer ... Vemo-nos daqui a duas semanas. Martim.»

Gonçalo: Maria, chega aqui!
Maria: Sim? Que se passa?
Gonçalo: Ele regressa em duas semanas, temos de lá voltar.
Maria: E achas que ele vai aguentar ficar lá por muito tempo?
Gonçalo: Acho que não mas, a única coisa que o prendia lá éramos nós dois. E se ele depois voltasse conosco? Poderia recomeçar uma nova etapa de vida, poderia conhecer pessoas novas e, esquecer tudo por um bocado; quem sabe depois ficasse cá.
Maria: Tudo bem, mas vamos lá quando?
Gonçalo: Vou tratar de tudo descansa meu amor, depois informo-te do dia da partida. eu já volto.
Maria despediu-se de Gonçalo que se dirigiu ao aeroporto para tratar de tudo. Agarrou numa folha em branco e começou a redigir uma carta a Martim.
«Querido Martim ...
Fico contente por saber que voltarás em breve. Nós lá estaremos para te receber e depois? Depois voltarás conosco para Nova York, conhecendo-te sei que irás gostar de cá estar. Iremos a casa o mais depressa possível e, quando tu lá chegares, nós estaremos á tua espera. Vemo-nos em breve, Beijo, Maria.»


[inventado]

35 comentários:

  1. ainda bem que escreveste, gostei muito e quero ver como é que Martin vai reagir voltando a casa...Ainda devo demorar pelo menos 2 dias a escrevê-la tendo em conta que a escrevi no domingo. :)

    ResponderEliminar
  2. que bom :) , porque assim tenho tempo para pensar em várias possibilidades e de escolher uma. xb

    ResponderEliminar
  3. Bem, esta história é linda, fizes-te com que me viesse uma lágrima ao canto do olho nas primeiras partes...
    muito bonito.
    Estou a seguir, beijinhos (:

    ResponderEliminar
  4. ai *.* OBRIGADO POR CONTINUARES , GOSTO MESMO DISTO ;$

    ResponderEliminar
  5. sou iniciada mas jogo pelas juvenis. o ano passado foste á lousa? :o

    ResponderEliminar
  6. pois, eu o ano passado joguei contra o teu clube, mas nao sei. até pode ser que um dia num torneio nos encontremos :o

    ResponderEliminar
  7. na minha equipa nao tem nenhuma juvenil de 2ºano. e titulares somos 3 iniciadas e 3 juvenis -.-

    ResponderEliminar
  8. a nós é quase sempre .. és que posição? :o

    ResponderEliminar
  9. distribuidora/oposta porque a minha equipa joga com 2 distribuidoras e a que está atrás passa, á frente ataca :)

    ResponderEliminar
  10. nao tens de que queridaa, e se precisares de alguma coisa já sabes onde me encontrar:)
    ´
    beijinhoos

    ResponderEliminar
  11. Gostei muito (:
    Apesar de inventado, bastante sincero (:
    Ainda bem que gostaste do meu fofinha, muito obrigada *

    ResponderEliminar
  12. exactamente, queria jogar contra ti um dia ahah

    ResponderEliminar
  13. Espero que nada lhe aconteça durante 2 semanas! Está lindo! Continua...

    ResponderEliminar
  14. estou a seguir-te, adorei mesmo!
    se quiseres segue também (:

    ResponderEliminar
  15. Obrigada querida! :D Fico feliz por saber isso! :D beijinho!

    ResponderEliminar