novembro 04, 2011


Eu não me quero mais lembrar de ti!

Estou farta de te ver sempre na altura mais inoportuna, ou que só apareças quando és mencionado ou quando penso em ti, parece que é o meu karma. Mas já sei que tudo podia ter sido diferente, tivesse-mos os dois agido de uma forma diferente, mas não, não te culpo, culpo a minha teimosia e sei, sei que se calhar, na altura foi pior para ti do que para mim, mas também só te desejo que sejas feliz. Apenas não entendo porque estás e não estás, falas e não falas, parece que vais e vens a toda a hora, quando estás presente (não para mim, mas no mesmo sítio que eu) parece que tens dupla personalidade, estás com ela somos estranhos, mas tens o olhar fixo em mim, não estás com ela já sou alguém que, para ti, é conhecido. Decide-te rapaz e, até eu te perceber, não quero mais lembrar-me de ti.

"I hate to turn up out of the blue uninvited
But I couldn't stay away, I couldn't fight it
I hoped you'd see my face and that you'd be reminded
That for me, it isn't over
Never mind, I'll find someone like you
I wish nothing but the best for you, too
Don't forget me, I beg, I remember you said
Sometimes it lasts in love
But sometimes it hurts instead"

2 comentários: