abril 24, 2011

Love? What a strange word

Calma que o mundo não para de girar. Eu sei, todo o tempo é precioso, mas perder uns segundos não vai fazer com que percas todo o tempo de que dispões. Repara bem no que se encontra á tua volta, não percas tempo a tentar percorrer o mundo para descobrires algo diferentes, existem outras pessoas, é certo. Mas são poucas aquelas que estão dispostas a dar tudo por ti. Nunca te escreverei uma carta, nunca gritarei o teu nome do cimo de um monte, nunca o escreverei nas nuvens, nunca o desenharei na areia da praia, não meterei uma folha com tudo – escrito a mão – numa garrafa, não te farei todas as surpresas apenas te darei tudo o que tenho, correria o mundo todo para estar contigo se pedisses. Nunca te magoarei, não te vou chamar de amor de 5 em 5 segundos, não te vou dar a mão, não te vou abraçar nem tocar. Apenas te irei fazer feliz, da única maneira que sei. Vou-te mostrar como é ser diferente de tudo e como é ser igual a todos os outros só por sermos dois. 
Um dia destes deixas o teu coração cuidar do meu e eu deixo o meu cuidar do teu
até esse dia   

8 comentários: